SUCESSO FINANCEIRO

19/11/2020

8 PASSOS PARA ATINGIR SUCESSO FINANCEIRO DA SUA EMPRESA

 

 

 

 

 

Caso ainda não abriu sua empresa, e quer saber como é o processo acesse: Como abrir uma Empresa (clique aqui).

 

Agora se já acessou a matéria e quer abrir sua empresa, fale agora mesmo com um especialista que irá te orientar e te atender QUERO ABRIR MINHA EMPRESA (clique aqui)

 

 

 

 

 

 

ASSISTA O VÍDEO OU LEIA A MATÉRIA NA ÍNTEGRA

 

 

 

 

 

 

 

 

 

1º PASSO - ORGANIZANDO AS FINANÇAS

 

 

SEPARE AS CONTAS PESSOA FÍSICA DA PESSOA JURÍDICA

 

 

Separe a conta física da pessoa jurídica e defina valor do pró-labore a ser retirado, ou seja, deve ser estipulado uma retirada mensal pelos sócios da empresa, tomando essas iniciativas fará que obtenha sucesso financeiro e gerando crescimento para a sua empresa.

 

 

 

 

2º PASSO - NÃO TENHA MEDO DE COBRAR AMIGOS E FAMILIARES

 

 

 

Não tenha medo de cobrar de amigos e familiares, muitas pessoas têm medo ou vergonha de cobrar dos seus amigos ou familiares algo que comprou ou um serviço que prestou pela sua empresa, fuja desse erro e comece a cobrar.

 

Dessa forma, fará com que tenha clareza e lhe mostrará os resultados de quanto você está impactando no seu negócio chegando no ponto principal que é o sucesso financeiro da sua empresa.

 

 

 

 

 

Antes do 3º Passo, seu negócio está caminhando para ser uma Empresa Profissional ou Amadora?

Ah, você não sabe?

Então acesse nosso artigo completo EMPRESA AMADORA X PROFISSIONAL (clicando aqui)

 

 

 

 

 

3º PASSO – DEFINA A RETIRADA DE PRÓ-LABORE

 

 

 

Pró-labore é o modo mais comum de remunerar os sócios de uma empresa, sendo este um pagamento mensal do administrador para o sócio, é o mesmo que quanto pagaria para alguém trabalhar para você em sua empresa.

 

Na hora de definir a retirada de pró-labore, não defina o quanto merece, ou quando será os seus gastos mensais, deve ser definido, sendo avaliado quando vale a sua mão de obra para seu estabelecimento.

 

Um ponto que deve ser observado, a retirada de pró-labore incide tributos, como INSS e IRRF, por isso que deve ser bem definido a sua retirada, bem como os cálculos desses tributos.

 

Se você retirar mensalmente um valor inferior ao pró-labore estabelecido, é o momento de fazer uma análise para os processos da sua empresa, e identifique novas oportunidades de crescimento do seu negócio.

 

Caso tenha a possibilidade de retirar o valor integral do seu pró-labore estabelecido, isso é um sinal de que, sua empresa está dando certo, e com o crescimento de seu negócio é o momento de contratar alguém para exercer sua função atual, dando-lhe mais tempo para se dedicar ao crescimento dos seus negócios, ou seja na estratégia de crescimento da empresa, estando no caminho do sucesso financeiro da sua empresa.

 

Pró-labore é diferente de Lucro.

 

Lucro é o retorno positivo de um investimento, deduzido dos gastos que este exigiu, portanto bem diferente de retirada de pró-labore, o lucro geralmente é apurado no final de cada ano exercício financeiro.

 

 

 

 

4º PASSO – TENHA CONTAS BANCÁRIAS SEPARADAS

 

 

 

Ter contas bancárias separadas, é necessário o empresário deve ter suas contas separadas, ou seja, a conta física e conta bancária de pessoa jurídica, não cometa o erro de centralizar tudo apenas em uma conta.

 

 

ESCOLHA BEM A INSTITUIÇÃO FINANCEIRA

 

Existem instituições financeiras tradicionais ou bancos digitais, que ajuda a separar as finanças pessoais das finanças empresáriais, auxiliando a separar o que são despesas e receitas da empresa dos recursos que o empresário retira, o pró-labore que fará parte das despesas pessoais.

 

Deve ser analisado se aquele pacote de serviços bancários, contratado está de acordo com que sua empresa necessita.

 

Na abertura da conta jurídica deve ser analisado, o valor da tarifa de pacotes de serviços, taxa para utilização de cartão de crédito e débito, taxa de emissão de boleto para cobrança bancária, valor de taxas de transferências bancárias, deve ser feito essa análise a fim de pagar menos taxas, diminuindo as despesas da sua empresa, obtendo sucesso financeiro.

 

Existem bancos digitais que não tem custo algum para as empresas, sugiro que procure algumas dessas instituições a fim de reduzir seus gastos.

 

Tenha o banco como aliado com separação de contas, crescimento e lucro para seu negócio.

 

 

 

 

5º PASSO - CONTROLE CONSTANTE DAS FINANÇAS - PLANO DE CONTAS

 

 

 

O QUE É PLANO DE CONTAS?

 

É a primeira etapa para construção do Fluxo de Caixa, são as principais receitas e despesas financeiras que acontecem durante as atividades e operações de uma empresa, de forma que, com a organização dessas receitas e despesas irá melhorar a gestão do seu negócio.

 

O Plano de Contas, deve ser construído de acordo com as necessidades de seu negócio, não existindo fórmula mágica, deve estar de acordo com as características da sua empresa, as suas necessidades de gestão com seu comportamento empreendedor.

 

 

 

COMO ELABORAR O PLANO DE CONTAS

 

Para elaborar o plano de contas, verifique quais são os principais produtos ou serviços que você vende, e quais são as principais despesas da sua empresa, deve ser anotado todos esses itens.

 

 

 

EXEMPLO DE PLANO DE CONTAS

 

 

 

 

 

 

Deve ser analisado, quais são os principais itens para serem implantados no plano de contas, sendo de acordo com sua necessidade.

 

 

 

 

DICA IMPORTANTE PARA ELABORAÇÃO DO PLANO DE CONTAS

 

NÃO COMECE O PLANO DE CONTAS COM MENOS DE 03 CONTAS NEM MAIS QUE 12 CONTAS!

 

 

 

É necessário revisar sempre que possível o plano, a fim de aumentar ou não a quantidade de despesas, se a empresa cresceu é necessário incluir novos produtos ou serviços.

 

Observe qual aspecto da sua empresa, será necessário monitorar qual despesa você quer acompanhar de perto, e como está se desenvolvendo, as despesas devem ser sempre revisadas e se possível cortando os gastos.

 

Quanto mais detalhado for o Plano de Contas, mais crítico será em relação as despesas geradas no negócio.

 

Quando fazemos o controle das nossas despesas no período de um mês, temos uma fotografia da nossa empresa, organizando o Plano de Contas ao logo dos meses, será como um filme do seu negócio, com esse controle lhe permitirá analisar o impacto o estado e oportunidades de negócios, bem como crescimento e novas tendências para seu mercado, gerando melhores tomadas de decisão.

 

 

 

 

6º PASSO - SEPARE AS DESPESAS FIXAS E AS DESPESAS VARIÁVEIS DO SEU NEGÓCIO

 

 

 

DESPESAS FIXAS - não é aquela que tem o mesmo valor todos os meses, são aquelas que ocorrem todos os meses, não sendo necessariamente com o mesmo valor e não são ligadas ao volume vendas ou produção.

 

Exemplo: imagine que fabrique bolos, não tem como eu saber o quanto de gás eu gastaria em cada bolo, nesse sentido, o gás gasto naquele mês será uma despesa fixa.

 

Suponhamos que tenha um salão de beleza, não tem como mensurar o quanto é gasto com energia elétrica com cada penteado feito ou a cada vez que utilizo o secador de cabelo, irei colocar os gastos de energia elétrica também como despesa fixa.

 

 

As despesas fixas elas oscilam todos os meses alguns exemplos: aluguel, financiamento, telefone, água, luz, internet, impostos como IPTU e IPVA, salários e encargos sobre os colaboradores, pró-labore etc...

 

Quanto menor for a despesa fixa, maior será a flexibilidade de gestão do negócio

 

 

DESPESAS VARIÁVEIS – São aquelas despesas relativas à produção, são aquelas que variam de acordo com sua proporcionalidade ou com o nível de produção ou atividade.

É através da despesa variável, que lhe mostrará, quanto será cada gasto daquele produto ou serviço que será colocado a venda.

 

Exemplo: embalagens, matéria prima, taxa de venda de máquina de cartão de crédito e débito, frete, se a empresa for Simples Nacional sendo este, de acordo com o faturamento é uma despesa variável,

 

Propaganda pode ser fixo ou variável deverá ser analisado a cada caso.

 

Cada empresa, possui características próprias, devendo portando ter seu controle financeiro, pois cada segmento possui uma margem e uma característica diferente das outras empresas, pois quem trabalha no ramo de serviços a estrutura de custos fixos é bem pequena, agora para quem é comércio ou indústria a estrutura desses custos sendo o variável muito baixo e os custos fixos muito alto, por isso da importância de ter tudo separado para ter melhores resultados lhe proporcionado parâmetros para o crescimento do seu negócio, e atingindo o sucesso financeiro da sua empresa.

 

 

 

 

7º PASSO - PARA ONDE ESTÁ INDO O MEU DINHEIRO?

 

 

FLUXO DE CAIXA

 

 

É todo o dinheiro que passa pelo caixa da empresa, tanto que foi gasto, quanto o que foi recebido, durante um certo período determinado.

 

Através do fluxo de caixa lhe mostrará quais são os meses de maior ou menor venda.

É um instrumento que a empresa tem para controlar, com o objetivo de ajudar o empresário a tomar as melhores decisões bem como verificar como esta a saúde financeira de seu negócio.

 

No Fluxo de Caixa fazemos a organização das nossas despesas pelo regime de competência, ou seja, a despesa deve ser referenciada em seu mês de competência e não no mês em que foi pago a conta.

 

Exemplo: fiz compra de mercadorias para revender em maio com prazo de pagamento para 30 dias, o mês a ser registrado a compra será na data emissão da Nota Fiscal de compra, ou seja, em maio, porém o pagamento da compra será com prazo de 30 dias que se dá em junho.

 

O Fluxo de Caixa identificará todas as receitas, bem como seus custos, que a empresa teve em um certo período, e seu objetivo é verificar se ganhou ou se perdeu dinheiro, sendo o Fluxo de Caixa um forte aliado para o sucesso financeiro da sua empresa.

 

 

Sabendo que se você possuir um Planejamento Financeiro, sua empresa terá muito mais chances de sucesso, principalmente a longo prazo. Pensando em te ajudar escrevemos uma matéria que te ensina a como Fazer um Planejamento Financeiro (clique aqui)  Temos a convicção que com planejamento financeiro, sua empresa estará amparada para o crescimento que você almeja.

 

 

 

 

8º PASSO – GESTÃO DE ESTOQUE

 

 

 

Como otimizar a gestão do estoque?

 

O estoque representa a armazenagem dos produtos a serem comercializados pela empresa, varia de acordo com cada perfil, comércio, indústria ou prestação de serviços, cada empresa apresenta suas determinadas características de forma e controle de estoque.

 

É importante observar o período que cada empresa necessita obter mais estoque, de forma que não fique mercadoria parada por muito tempo.

O estoque deve ter menor prazo possível, portanto é importante conversar com seu fornecedor sobre prazo de entrega de mercadorias, mas cuidado trabalhe com uma margem de segurança para a gestão desse estoque, não prejudicando a entrega de produtos ao seu cliente.

A empresa também deve ficar atenta quanto a validade dos produtos, sendo uma oportunidade de criar promoções e ofertas aos clientes, mas sempre deixe claro que os produtos em oferta estão próximos do vencimento.

 

E para quem é do setor de serviços, também deve fazer essa análise, verifique os meses de mais acúmulo de serviços e análise, se não é melhor dispensar aquele funcionário nos meses de menor atividade e os contrate por exemplo por tempo determinado, nos meses de maior fluxo de serviços.

 

O importante é ter disciplina, e com uma constante anotação, permitirá análise de cada produto, ou seja, como o estoque varia mês a mês.

 

 

 

 

TENHA A PEREIRA MONTENEGRO COMO SUA ALIADA

 

 

Para alcançar o SUCESSO FINANCEIRO, e ter dinheiro suficiente para fazer aquilo que você tanto deseja sendo de forma confortável, conte com a ajuda da PEREIRA MONTENEGRO, nosso escritório de contabilidade além de contadores somos contadores consultores, onde ajudamos o empresário desde a abertura de sua empresa lhe auxiliando no Planejamento Tributário, Planejamento Estratégico do Negócio, contribuindo com o seu crescimento, e ainda, auxiliando na Gestão Financeira da sua empresa. Queremos que nossos clientes sejam financeiramente bem-sucedidos, tendo dinheiro suficiente para cobrir o seu custo de vida e realizar projetos futuros de forma confortável, sem precisar se endividar, portanto conte com a PEREIRA MONTENEGRO no crescimento da sua empresa.

 

Espero ter ajudado.  

 
 
 
 

Rute Pereira Montenegro
Contadora e Advogada Tributarista

Voltar

Compartilhe!